Posts

Cruzamentos

/
A cidade ruge ao longe e eu daqui admiro o mais lindo pôr do sol.

Sem paciência

/
A vida segue rápida, voraz, e acaba a paciência com certos assuntos.

Bye bye

/
Palavras que jorram dos meus dedos e se derramam na tela acolhedora e impiedosa.

No parque

/
Habitamos a mesma cidade e buscamos refúgio de sua aridez entre as mesmas árvores.

Na tarde

/
Ver o que ninguém mais vê me basta.

Tenho pena

/
Vamos dar valor à vida!

Gratidão

/
Que toda gente encontre sua essência!

Cachorros

/
Bicho tem que ter espaço, viver em liberdade.

Casa velha

/
Gosto de não ter ninguém amando, odiando, andando e otras cositas más em cima ou abaixo de mim.