Smartphones e os maduros

Smartphone: curso para os 60+

O SESC Consolação, em São Paulo, oferece curso gratuito para quem aprender a lidar com as novas tecnologias.

Fazer uma ligação pelo WhatsApp, postar foto no Facebook e ouvir música no Spotify são ações exclusivas dos jovens? Que nada! A cada dia que passa, cresce o interesse dos mais velhos em celulares de última geração. A grande questão é: como alguém que passou dos 60 anos vai aprender a usar?

A grande dica é ir atrás de cursos e oficinas específicas, como o “Espertofones”. A iniciativa do SESC Consolação, na região central de São Paulo, tem como objetivo atender o público mais velho e MUITO curioso.

“Eu preciso aprender a tirar selfie pro meu Facebook”, conta a aposentada Maria Dalva, de 69 anos, que acaba de ganhar um iPhone do irmão e quer ficar atualizada. “Quem não está usando telefone hoje, ‘tá fora’. Tudo é WhatsApp! Eu sei que é outro tipo de comunicação”, comenta sorrindo Dalva.

Maria Dalva

Outra colega de curso, Eurides Vieira, 68 anos, conta que uma das dúvidas mais comuns entre os alunos é como usar a internet para fazer pesquisas. “Como podemos pesquisar no Google? E como eu assisto à aula online?”, dispara Eurides.

A professora Ana Paula Anderson, educadora de tecnologia e artes, explica que os cursos do SESC são direcionados para quem tem mais de 60 anos, mas são normalmente as mulheres, entre 60 e 70 anos, que lotam as salas e querem aprender tudo em detalhes.

Elas procuram pelos cursos porque a família não tem tempo, nem paciência para ensinar. É o caso da aposentada Neyde de Azevedo, de 87 anos. “Ninguém tinha paciência. Agora eu já sei como ouvir música e até gravar áudio. E vou aprender a colocar foto no Facebook”, comemora Neyde. “Buscamos estimular a autonomia para fazer com que a aluna entenda a interface e não apenas clique de forma automatizada”, destaca a professora Ana.

São muitas e valiosas as conquistas porque o uso dos dispositivos coloca você na “roda”, além gerar maior interação, pode facilitar a socialização e a independência dos mais velhos. “Eu já consegui até assistir minha aula de italiano no YouTube. Vou completar 70 anos com outra mentalidade. Se fosse antigamente, eu era bem ‘vozinha’ né?”, brinca Maria Dalva. E a amiga Eurides completa: “teve gente que chegou aqui sem saber ligar o celular. Agora já sabemos limpar a memória e até montar um Blog.”

Esta edição do curso Espertofones já foi concluída, mas não fique triste, o SESC São Paulo oferece outras opções de aprendizado para o público 50+. Confira: http://bit.ly/2GjO72L

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *