Gente que inspira: Marcio De Luca

Energia para os palcos, para o esporte e pra vida, sem deixar nada para amanhã.

Com um humor invejável, para qualquer idade, Marcio De Luca, 66 anos, dividiu os palcos com Paulo Autran, trabalhou em novelas da TV Globo, atuou como repórter, foi assessor de imprensa, empresário de marketing esportivo e ainda encarou um Ironman. Ele viveu várias vidas em uma só e está sempre pronto para cair de cabeça em um novo projeto.

Jovem, na década de 60, Marcio esteve ao lado de grandes nomes como Irene Ravache, Juca de Oliveira, Paulo Autran e Laura Cardoso. Foram mais 20 peças de teatro profissionais, com passagem também por todas as emissoras de televisão. O jovem de Limeira, no interior de São Paulo, viveu o sonho de atuar. Depois, casado, com dois filhos, partiu em busca mais estabilidade. Estudou jornalismo e publicidade e fez carreira na área de Comunicação e Marketing Esportivo.

A recente volta aos palcos foi uma forma de driblar a dificuldade de recolocação no mercado de trabalho na área de marketing, aos 59 anos. “Eu vou fazer o que eu sei fazer: teatro”, conta sobre a tomada de decisão.

Se o timing para a comédia o fez brilhar em textos consagrados, como “A Gaiola das Loucas” e “Pato com Laranja”, Marcio agora encara um clássico no monólogo “Crime e Castigo ”. A memória é um desafio superado. “Tive que decorar 40 páginas. É claro que, vez ou outra, eu esqueço alguma coisinha, normal, mas a idade não atrapalha em nada. Eu consegui, com 64 anos, fazer uma coisa que me dá muito prazer, mas que é séria, importante, e que as pessoas gostam muito”, comenta De Luca orgulhoso.

Mas não é só a memória que está ativa. Aos 50 anos, Márcio completou um Inronnan, uma modalidade de triathlon de longas distâncias. Ele nadou, correu e pedalou sem entregar a idade. “Fazia esporte competitivo, como veterano, e continuo fazendo esporte praticamente todos os dias”, comemora.

Quer saber mais sobre o Márcio e acompanhar os próximos capítulos dessa vida intensa? Fique atento as suas redes sociais. Sim, ele está lá, com vídeos muito bem-humorados e cheios de uma energia invejável.

A peça “Crime e Castigo, uma vida para Ródion Romanovitch Rokolnikov” volta ao cartaz em São Paulo, no Teatro Commune, logo depois do Carnaval. E você pode ir de Metrô, o teatro fica a 15 metros da nova estação Higienópolis.

 

https://www.facebook.com/marcio.deluca.14

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *