Eu só quero chocolate e sem culpa!

O alimento pode detonar a dieta, mas faz bem. Veja as melhores opções.

Difícil não pensar em chocolate nesta época do ano. As gôndolas dos supermercados estão lotadas de ovos, propagandas em todos os lugares. Em vez de lutar para fugir disso (missão impossível), que tal conhecer os benefícios do chocolate para a saúde e quais os tipos mais nutritivos?

Benefícios para a saúde

• Sensação de relaxamento: contém triptofano e magnésio, que estimulam diretamente a produção de serotonina (neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e felicidade);

• Mais energia: contém cafeína e teobromina, substâncias estimulantes que, em quantidade moderada, aumentam a concentração e o pique;

• Bom humor: contém substâncias que estimulam receptores cerebrais de bem-estar;

• Auxílio no emagrecimento: em uma dieta balanceada pode inclusive ajudar a emagrecer por conta da serotonina, que nos deixa satisfeitos e diminui a compulsão alimentar.

O melhor horário para consumir é após o almoço (oba!), no lanche da tarde ou após exercícios, pois é quando o corpo gasta mais caloria. À noite, com o metabolismo mais lento, há maiores chances de acúmulo de gorduras. Faça um esforço e evite!

E qual a melhor opção de chocolate?

São muitos os tipos de chocolate disponíveis no mercado e que podem agradar os diferentes paladares. Você pode escolher qual vai consumir pelo valor nutritivo, taxa de açúcar e de gordura, entre outros. Tem chocolate de tudo quanto é jeito, para todas as necessidades.

Chocolate amargo – possui pelo menos 50% de cacau na composição. São os chocolates que oferecem mais benefícios à saúde, em especial os que têm acima de 70%;

Diet – indicado a quem tem dieta com restrição de açúcar. Fique atento às calorias e gorduras, pois normalmente não há redução nessas taxas;

Light – é uma opção a quem procura redução de caloria. Mas fique atento ao rótulo, muitos acabam tendo aumento de outros nutrientes, como sódio;

Ao leite – possui grande quantidade de açúcar, gorduras e calorias;

Branco – não contém cacau, por isso não traz os benefícios citados. É bastante gorduroso e calórico;

Alfarroba – é um substituto do chocolate! É uma vagem comestível e pode ser utilizada para fazer o pó de alfarroba, substituindo o pó de cacau. Tem poucas calorias, devido ao teor bem menor de gorduras, e alta quantidade de fibras em comparação ao cacau. Não tem efeito alergênico, não possui lactose e nem glúten. Mas também não podemos dizer que o gosto é o mesmo!

Com avelãs, castanhas e amêndoas – embora aumente o valor calórico, também se torna mais saudável, pois as oleaginosas fazem bem ao coração.

Sempre fique atento ao rótulo e ao que você quer num chocolate e ao que pode consumir. De vez em quando, com moderação, que mal faz um chocolatinho, não é? Vamos aproveitar a Páscoa sem culpa!

Com informações de Mundo Mulher e Correio Web

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.