Estudo busca diálogo sobre mobilidade 60+

Projeto lança questionário online para discutir o impacto da Covid-19 para os idosos.

Para ajudar no combate da pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, grande parte do Brasil e do mundo está em quarentena, portanto, não podem sair de casa a não ser para realizar atividades essenciais, como uma consulta médica, ir ao supermercado, farmácia ou ir trabalhar.

Pessoas acima dos 60 anos, principalmente se já possuem alguma doença, englobam o grupo de maior risco de infecção pelo vírus e, consequentemente, chances de evolução para um quadro mais grave. A falta de exercícios físicos, mesmo que mínimos, durante esse período, pode resultar no comprometimento da capacidade funcional, dificuldade no manejo das doenças crônicas e aumento do risco de fragilidade.

Por conta disso, um grupo de pesquisadores de diferentes universidades brasileiras se reuniu para criar o Remobilize, Rede de Estudos em Mobilidade no Envelhecimento que visa debater os impactos desse período de isolamento social na mobilidade dos idosos. O projeto será realizado através de questionários online e entrevistas por telefone.

Para o estudo atual, denominado como “Impacto da pandemia do coronavírus sobre a mobilidade de pessoas idosas que vivem na comunidade: um estudo longitudinal exploratório”, serão coletadas informações como o local onde mora, saúde física atual e atividade física praticada e se tem dificuldade para realizar atividades do dia a dia. Além disso, será feito um acompanhamento durante 12 meses e um feedback com 3, 6 e 12 meses.

Caso não tenha condições de responder o questionário por alguma razão visual ou cognitiva, um acompanhante poderá fazer. Ele leva em torno de 20 minutos e poderá ser acessado a partir da leitura do código QR disponível no site do projeto: https://remobilize.com.br/. Lá também você encontrará um vídeo institucional com maiores informações.

Acompanhem a Remobilize nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/RedeRemobilize

Instagram: https://www.instagram.com/rede.remobilize/

Twitter: https://twitter.com/Rederemobilize

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *