Como reduzir a dor da artrite no inverno

Quem tem artrite reumatoide sente dor, mas em épocas de frio sabe que pode piorar bastante. Por muito tempo acreditou-se que isso era um mito, mas quem tem dores crônicas sabe que é verdade, não é?

Estudos apontam que quando a temperatura diminui há maior contração muscular involuntária (aquela sensação de corpo mais duro), o que causa aumento da compressão da articulação doente.

Também no frio tendemos a nos movimentar menos, o que aumenta a inflamação causada por essas doenças. Por esse mesmo motivo, pela manhã as dores podem ser mais intensas, após um período longo sem movimentação.

E o que fazer para diminuir o impacto do frio na dor?

  • Agasalhe-se bem e mantenha os ambientes aquecidos. Luvas e meias de lã são úteis para manter as extremidades aquecidas, evitando o aparecimento do fenômeno de Reynaud (pontas dos dedos frias, geladas e escurecidas, às vezes presente na artrite reumatoide).
  • Evite roupas pesadas, pois podem agravar a fadiga. Opte por roupas térmicas que são leves e mais efetivas no aquecimento. Roupas com botões podem ser mais difíceis de usar, opte por roupas com zí
  • Vacine-se contra a gripe e pneumonia. As pessoas com artrite reumatoide possuem um risco maior frente a estas infecções.
  • Se possível, organize sua rotina de atividades fora de casa evitando os horários do início da manhã.
  • Mantenha a regularidade de atividade física. Os exercícios podem auxiliar na melhora da fadiga e rigidez. Se a dor estiver impedindo a realização da atividade física deve-se conversar com seu médico, pois para cada fase da doença existe um tipo de exercício adequado.
  • Mantenha proximidade com seu médico, pois alguns ajustes medicamentosos podem favorecer o conforto durante o inverno.
  • A família também precisa de informações sobre a possibilidade de piora dos sintomas durante o inverno, para que exista um melhor entendimento frente a novas dificuldades.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *