Cidades do Paraná terão condomínios para idosos

Cada condomínio terá infraestrutura de saúde, assistência social e lazer para os futuros moradores.

Uma reportagem do Diário de Campos de Ponta Grossa (PR) trouxe uma ótima notícia para população com mais de 60 anos e reproduzimos aqui a matéria.

“ Residenciais com toda a infraestrutura para atender exclusivamente pessoas idosas serão erguidos em 14 cidades do Paraná. Os condomínios para a terceira idade terão 40 unidades cada e serão construídos dentro do Programa Viver Mais Paraná, do Governo do Estado, para atender a população de baixa renda.

Os primeiros empreendimentos coordenados pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) serão realizados em Cascavel, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Irati, Jaguariaíva, Londrina, Maringá, Palmas, Piraquara, Ponta Grossa, Prudentópolis e Telêmaco Borba.

Maior programa de habitação do país para a terceira idade, a iniciativa do Paraná beneficia pessoas com mais de 60 anos que não tenham casa própria, sendo a cessão do imóvel feito por meio de aluguel social. Cada condomínio contará com infraestrutura de saúde, assistência social e lazer para os futuros moradores.

Cada empreendimento contará com 40 moradias adaptadas, construídas em condomínios horizontais fechados, com completa infraestrutura de saúde, assistência social e lazer. Os projetos arquitetônicos contam com praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e piscina para hidroginástica.

Poderão participar da seleção das unidades pessoas idosas com renda de um a seis salários mínimos, e que não sejam proprietários de outros imóveis. Os escolhidos poderão residir nas casas por tempo indeterminado, sozinhos ou em casais, com o pagamento de uma contrapartida mensal de 15% de um salário-mínimo, que equivale atualmente a R$ 149,70.”

Fonte: Diário dos Campos/ Ponta Grossa
Para saber mais: https://bit.ly/36fMteU

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *