Cachorros

Amo cachorro. Justamente por isso, não tenho um. Não conseguiria sair com ele para andar todos os dias e muito menos pegaria cocô com a mão (mesmo que envolta em plástico) na rua. Eca!

Se morasse em um sítio, seria a feliz proprietária de uma matilha e com eles viveria em eterna liberdade! Mas moro em São Paulo. Já criei os filhos e não quero mais ficar presa a nada. Agora o lema é livre, leve e solta! Nada de amarras, de ter que encontrar alguém pra alimentar o cão em caso de viagem, passear com ele, levar no veterinário, dar banho, secar, e, ato contínuo, o bichinho chafurdar na primeira poça.

Bicho tem que ter espaço, viver em liberdade. Se os direitos dos animais valessem mesmo, seria proibido ter animal de estimação e ponto final. Li outro dia que, se não me engano em Boston, nos Estados Unidos, já é proibido vender animais em pet shops. Palmas pra eles!

Essa história de amor abissal entre humanos e cachorros atende às necessidades dos humanos e não dos cães. Eles são incríveis, amáveis, mas relação simbiótica dono/cachorro não é pra mim. Me incomoda quando vejo cachorro tratado feito gente e gente feito cachorro.

O vizinho do meu filho mora num apartamento de 40 metros quadrados. Sai de manhã pra trabalhar e só volta de noite. Toda vez que passo por lá ouço o bichinho latindo perto da porta e meu coração fica apertado de dó daquele animalzinho só, entre quatro paredes, o dia inteiro. O nome disso é tortura.

Isso sem falar em relações doentias de verdade. De humanos neuróticos que enlouquecem seus cães ou que transam com eles. Comportamento esse que deve ser mais frequente do que imaginamos. Me contaram o caso de um casal jovem que se viu forçado a mudar da casinha de vila a duras penas alugada porque as vizinhas – duas irmãs já idosas – se entregavam a orgias barulhentas com um enorme cão.

Misericórdia, diria minha mãe!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *