Ao meu neto

Toda minha vida me preparei para este momento da sua chegada, meu neto querido. Cada pôr de sol, cada noite de lua. A beleza das flores, a pureza do orvalho. A alegria das estrelas, a diferença dos animais, o calor do sol, as imagens nas nuvens. O sabor da goiaba, a surpresa da jabuticaba. A ternura dos golfinhos, a atração pelas baleias. O amor pelos versos, pelos livros, pela simplicidade da gente do campo.

Tudo isso eu guardei em mim pra você, meu primeiro neto. Resquícios de mim assoprados ao vento futuro. Franjas dos meus desejos mais belos. Retalho dos meus sonhos, carícia da minha carne, juntados a esmo, a outros vestígios distantes. Que transbordam em você e se espalham em círculos infinitos, como a pedra na água.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *